Skip to content

Lazer+Brincadeiras+Bruas=Estudos sobre Lazer por USP Butantã

21/06/2011

Foi com satisfação que recebi um e-mail da turma da USP Butantã do curso de turismo  que solicitou informações, sobre o que é  Ruas de Brincar. A Carol, que foi a aluna que enviou o e-mail, conta que viu as informações sobre rua de brincar no neste blog e assim iniciou-se um estudo direcionado para Fundamentos do Lazer.

O que me chamou atenção no estudo da turma da Carol, foi o detalhamento dos motivos que levam o fim de uma Rua de Brincar. Vale lembrar que o estudo sobre rua de lazer e brincar é muito rico, visto que atualmente na prefeitura de São Paulo só existe números de quantas ruas de brincar existem atualmente e quantas ruas realmente estão em funcionamento. Só isso!! Qualquer coisa mais profunda sobre rua de brincar vindo do SEME é uma inverdade.

Carol conta no e-mail:

Somos do curso de Turismo da USP Butantã e temos que realizar um trabalho sobre lazer em ruas para disciplina Fundamentos do Lazer. Consegui seu contato através do blog e gostaria de fazer algumas perguntas sobre o projeto.  Se possivél por telefone, ou mesmo  por e-mail. As perguntas são as seguintes:

De que forma a rua promove interação entre os frequentadores?

Quais sao as atividades lazer mais praticadas na Joana de Auvernia?

Os moradores valorizam e entendem a proposta de rua de lazer?

Voce participou ou costuma participar das reunioes e encontros com org’ao publicos responsaveis?

Qual foi orientacao dada?

O que voce acha do novo projeto de Ruas de Brincar?

carolmorinaga@gmail.com

Fiz a entrevista com a Carol, e respondi todas as questões acima que está relatado no estudo dela. O trabalho da turma da Carol, denuncia a falta de compromisso, falta de planejamento, falta de acompanhamento e incentivo maior das politicas de apoio como a Secretaria de Esporte, e das Subprefeituras e notei que uma Rua de Brincar não tem duracão maior que 03 anos ,  ao nao ser que realmente o coordenador da rua faça valer a lei que foi concedida para este fim, como é o meu caso.

Quantas ruas sao fechadas por dia?

São poucos os coordenadores que realmente oficializam o fechamento da rua de brincar, isso da uma dimensão de que não é confiavél o número de ruas que existem em funcionamento atualmente. O SEME não tem controle deste tipo de informação.

A Rua de Brincar, vai acabando gradualmente, bem lentamente.

Começa com a sinalizaçao, insegurança, que vai gerando desinteresse por moradores da rua, e assim vai desânimandos todos os moradores da rua.

São vários os motivos que levam o fim  de uma rua de brincar  e conforme minha experiência  como coordenador, friso que pode ser desde motivos pessoais, até os mais banais como falta de sinalização. No estudo de Lazer em Ruas, da estudante de turismo Carol,  tem citações importantes como entrevista com a supervisora Dineia Mendes  de Araujo Cardoso, supervisora da Secretaria Municipal de esportes que dá orientacao, de como solicitar  uma Rua de Brincar. E a mesma da uma pincelada na explicação de como  uma Rua de Brincar finaliza (acaba) suas atividades junto a SEME.    PINCELADA!!! So isso!

 

ruas+brincar+brincadeiras

Ruas de brincar Joana de Auvérnia

 

Agradeço a Carol  e sua turma (Camila Assunção, Claudiana Ferraz, Capozzoli, Patricia Rossetti e Péricles Matos), pelo importante e belo trabalho desempenhado e  em compartilhar a sua experiencia de pesquisa, aqui  no blog da rua.  Com certeza foi uma grande gentileza compartilhar essa pesquisa. Muiiiitooo Obrigado! E daremos continuidade nessa pesquisa sobre Ruas de Brincar.

Interressados em consultar o projeto da Carol é só enviar e-mail para (carolmorinaga@hotmail.com) fazendo a solicitação e explicando a finalidade da pesquisa de estudo.

 

Acompanhem o blog, que estarei, publicando videos da guerra que temos na rua por conta dá má sinalização e impunidade  dos motoqueiros, das atividades legais e outras publicações na mídia.

 

 

Anúncios

From → Rua de Brincar

One Comment
  1. Carol permalink

    Olá!

    Novamente venho agradecer a atenção! Acredito que a rua de vocês é um dos melhores exemplos de organização de rua de lazer.
    Pois é, sobre o apoio e as informações tanto das Subprefeituras como da Secretaria do Esporte, é triste saber que um projeto tão valioso tenha tão pouca atenção dos órgãos responsáveis. Dona Dirce, fundadora da primeira rua de lazer de São Paulo, comentou que o vereador na época de campanha foi visitar a Rua Manoel Faria Inojosa e prometeu incrementá-la com novos equipamentos, mas até hoje não apareceu. Esse novo projeto de Ruas de Brincar também me parece politicagem. Ou seja, muda-se o nome da ação para que o povo pense que a ideia foi de tal governo, quando na verdade é mais antigo do que se imagina. É claro que o nome não muda efetivamente a ação e às vezes uma mudança acaba complicando ainda mais o processo que já era conhecido do antigo governo e do cidadão.
    Enfim, o que importa é nunca deixar que se acabe essa corrente de pensamentos positivos sobre a importância da rua, porque no final é o que vai impulsionar todo o resto, não é?

    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: